segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Caso Eloá

Eu devia ser loira, ter silicone e nada na cabeça. Só aí eu não importaria com algumas coisas no mundo. Tá, eu sei que acabei de ser preconceituosa. Só por que é loira e tem silicone não pode ter alguma coisa na cabeça? Desculpem loiras inteligentes e siliconadas, não me levem tão a sério. Mas continuando, o quero mesmo dizer é uma coisa que todo mundo já sabe. O mundo tá acabando. Cristo está voltando. Por que não pode!

Não pode uma menina de 15 anos morrer por que não quer mais namorar com um rapaz, não pode esse rapaz, mentalmente perturbado, sequestrá-la e a amigos por 101 horas, não pode a polícia ter medo da opinião pública e não meter uma bala nesse bandido, não pode o bandido sair impune e a mocinha ter morte cerebral, não pode um país ter leis tão permissivas, que protegem os bandidos. Essa é a palavra: PERMISSIVIDADE! Passividade, laissez-faire!


Peraí, alguma coisa muita séria tá acontecendo! Uma menininha foi jogada pelo pai do 6º andar de um prédio, uma adolescente teve morte cerebral depois de ser sequestrada e tomar um tiro na cabeça do ex-namorado... Isso por que estou citando crimes de repercussão nacional [desse ano]! Gente, será que eu é que sou a louca? O que será que vai ser preciso acontecer para haver uma reforma nas leis desse país? Alguém explodir uma bomba atômica?



Não, eu não sou a favor da pena de morte. Muito pelo contrário, eu acho que passar a vida bem encarceiradinho para sempre, forever and ever, é muuuuito pior do que morrer. Não sou a favor de matar ninguém, por que pagar um crime com outro, bem, para mim não é a solução mais apropriada, mas também uma pena máxima de 30 anos, em que você pode pagar apenas 1/3 dela, e ter direito à liberdade condicional por bom comportamento, não inibe ninguém a praticar crimes.

Não sei responder às minhas próprias perguntas, no momento eu não sei de muita coisa mesmo, eu só sinto uma grande revolta. Não importa quem era, nem por que. A única coisa que importa é que era uma pessoa, uma menina. E ao invés dela, preferiram a ele.

6 comentários:

Flor de Maracujá disse...

o q não pode tb é uma polícia altamente despreparada, na mão de quem nós estamos???
Só no Brasil mesmo!

Emblemática disse...

Sabe que eu entrei na internet ontem e minha página abre automaticamente o site do Terra, onde tinha um forum de discussão sobre este caso. Eu fiquei pasma com os absurdos que li. Em meio à manifestos de solidariedade, tinha uns ignorantes idiotas com comentários do tipo "Ah, mas ela era uma biscate", "Ah, mas ela não era nenhuma santa". Poxa, não interessa o que a menina era ou deixava de ser. Achei uma tremenda falta de respeito. A menina estava levando a vida dela, coisa que o infeliz do Lindemberg não soube fazer. Além de assistir tragédias como essa, nos deparamos com pessoas ignorantes que fazem os comentários mais sem noção possível!!!!!

Bj

Patricia C. disse...

não acho que a lei protege ele, se fosse rico, seria o caso (lembrar índio pataxó), mas ele é pobre. será condenado e pegará a pena, talvez saia antes por bom comportamento, sei lá, com 15 anos de prisão. isso se não for morto lá dentro.
só acho que as coisas foram mal conduzidas desde o início. deixar telefone ligado, com jornalistas ligando pra ele, bomba numa porta com barricada etc etc.
ele estava louco, transtornado. e a policia não soube conduzir. a mídia entra, e piora. enfim, uma sucessão de erros.

Fernando disse...

Na minha opinião esse cara deveria ter sido baleado já no primeiro dia de sequestro, um sequestro não pode durar por muito tempo, sempre da merda quando demoram a resolver o caso. Mais já que não foi morto, pelo menos agora ele vai poder "sofrer" um pouco na cadeia (ou não!).

Taís disse...

Eu sempre me pergunto quando foi exatamente que as pessoas perderam os valores. Quando foi que passaram banalizar a vida. Será que ninguém nunca lhes disse que seu direito termina onde começa o do outro?
Só posso me sentir mais uma vez indignada. Indignada e amedrontada.

Ahhh e olha que eu sou loira, embora não seja siliconada... (brincadeirinha rsrs)

Gostei muito do seu blog, vou sempre dar uma passadinha por aqui.
Bjkas

Tah disse...

Caramba você disse tudo! Foi laissez-faire total!!!
Crimes assim servem de exemplo para outros com o mesmo desvio mental...
Sabe, se a polícia tivesse agido, estaria grande parte dessa população hipócrita e com falso moralismo recriminando, falando em direitos humanos e blablabla.
Beijossss