sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Sou escrota porque tenho mãe

Hoje estou voltando para casa, para casa da mamãe. E tem coisa melhor do que voltar pra casa da mãe? Como diria Tati Bernardi, eu sou escrota por que tenho mãe.

"Descobri a verdade mais terrível da minha vida: eu sou escrota porque tenho mãe. Se você me visse, visse a pose com que ando pelas ruas, com que brigo em lojas que me atendem mal, com que exijo silêncio da minha vizinha, com que meto meu carro em cima de gente folgada, com que grito com telemarketings, com que dispenso garotos burros. Você diria: aí vai uma menina corajosa, destemida e meio escrota. Talvez muito escrota. (...)"

Minha mãe é uma guerreira, é forte, é valente, é mulher macho sim senhor. Tem personalidade forte, é inteligente e descobriu que queria mais da vida aos 38 anos, quando começou uma faculdade e hoje é formada em Filosofia. 

Todos dizem que sou a cara dela e me orgulho muito disso, minha mãe, além de tudo, ainda consegue ser linda aos 44, depois de 3 filhos. Tá, tudo bem, admito que sou suspeita, mas tenho certeza que não estou exagerando.

 
 Se eu sou escrota, é só porque eu tenho mãe.

4 comentários:

Servente disse...

Bom texto Jullyane... não deixo de visitar o seu blog.

"se eu sou escrota, é só por que eu tenho mãe."

Isso me diz muita coisa.

Jullyane disse...

Que bom, fico feliz que vc goste! Tbm não deixo de visitar o seu!

Livia Karen =D disse...

ela é maravilhosa.. a mãe da Ju.. é claro! kkk
que ela se recupere logo!

Constância disse...

Amiga,adorei o txt.Eu tbm sou uma escrota e como havia te dito por msn,sou igual mamãe. rsrs