quinta-feira, 19 de março de 2009

Trabalhando...

Há alguns dias atrás aconteceu a colação de grau do Campus Ministro Reis Velloso da UFPI, aqui em Parnaíba, onde eu trabalho. Eu até falei sobre isso num post. A solenidade foi no auditório da Associação Comercial de Parnaíba, pois o do campus está sendo reformado. Eu, particularmente, acho o auditório da ACP muito bonito, pois é antigo, feito de tijolos visíveis, aliás todo o prédio é nesse estilo e eu acho bem charmoso.
Vou colocar algumas fotos aqui para mostrar mais um pouquinho do meu trabalho para vocês. E, é claro, como a solenidade foi linda!
Auditório da ACP

Mesa de honra: professores e autoridades

Reitor da UFPI: Prof. Dr. Luiz de Sousa Santos Júnior

Eu!

Mesmo trabalhando nas solenidades em geral, aqui na Universidade e em algumas faculdades, e talvez por isso mesmo, não me chateio em comparecer às dos outros quando sou convidada. Aliás, até mesmo gosto. Prestigiar as pessoas, suas alegrias e conquistas não tem preço, é um momento único, mas tenho uma mania, quase um TOC, não consigo deixar de prestar atenção ao mestre de cerimônias, assessores e recepcionistas. Fico pensando que poderia ser eu, trabalhando, enquanto todo mundo está lá, muito bem sentado, só reclamando que está demorando demais, que o Reitor não se contenta em falar apenas 15 minutos e etc.
Depois que comecei a trabalhar com solenidades, passei a ter um respeito especial pelas pessoas que fazem as coisas acontecerem, pois elas trabalham muito para que esteja tudo organizado. Vocês já imaginaram o trabalho que dá organizar uma formatura? Tudo seria bem melhor se as pessoas tivessem respeito pelos profissionais, que realizam o seu trabalho com empenho, e entendessem que todo mundo está sujeito a imprevistos e o que importa é resolver o problema da melhor forma possível. Isso não quer dizer que ficará perfeito, mas que o profissional fez o melhor que pôde, dada a situação.
Respeito, passe adiante.
Digo isso, porque já passei por várias situações em que as pessoas (formandos, família, etc) me culparam por fatos alheios a minha vontade e apesar do meu esforço para contornar a situação, nada pareceu ser suficiente. E muitas vezes eram coisas tão supérfluas, que nem valiam a pena. Tá, eu sei que vocês devem estar achando que é o dia da formatura da pessoa e que é para ser tudo perfeito, né? Mas simplesmente as coisas não dependem de mim e acontecem. O que a pessoa vai preferir fazer? Chorar, gritar, ficar se lamentando ou relevar e curtir? Deixar para lá um detalhe que ninguém nem percebeu ou fazer de uma festa linda um desastre total?
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."
(Charles Chaplin)
Beijos, beijos!

8 comentários:

Tati disse...

Ahh, claro que empresto ;)

Mas vale a pena mesmo ler, porque é uma delicia total!

Beijinho!

Juliana* disse...

Concordo, Ju!
Acho que em um dia tão importante, pequenas coisas podem muito bem ser relevados...e outra coisa, todos tem que saber (ou pelo menos deveriam) que realizar um evento deste porte é um trabalho de EQUIPE, pois ninguém trabalha sozinho!!!!!!!
bom 'finsinho' de semana!!!!

beijinhossss

*K-rol* disse...

oie!!

td bem??

passeando por ai, vim parar aki.. dei uma espiada e gostei..

voltarei em breve!

tenha um bom fds!

;)

Juliana* disse...

Obrigada, Ju!
Que Deus continue abençoando a todos nós que amamos!!!

...ah, essas coisas modernas são assim mesmo, falham...(porque eu nunca apagaria um comentário seu, pode ter certeza)!

ótimo fim de semana.

beijinhos

Carla P.S. disse...

Eu concordo contigo. Respeito é uma das coisas mais legais que uma pessoa pode ter pela outra. "Não sou como você mas respeito teu jeito de ser". É simplesmente aceitar que o outro é uma individualidade, com seus potenciais e defeitos; seu caminho e resvalões.
Que o teu caminho seja lindo!
Fica com Deus, querida. Beijos
(e um café).

cintia disse...

Passando p dar um oi, beijossssss

Lara disse...

Essa frase do Charles Chaplin já ví escrita em alguma carteira lá do colégio. Acho que todo mundo conhece, é perfeita. Acho que nunca vou ter problema com alguma cerimonialista, não me importo com besteira, vou pra uma festa para curtir, não para ficar colocando defeito nas coisas. Acho que digo isso porque minha mãe gosta de organizar festas da família, e eu vejo como é complicado.
beijo

Taís disse...

Puxa, levei um puxão de orelha... vc tem toda razão, deve dar um trabalhão preparar tudo isso e a gente só fica pensando na hora em que vai acabar... sorry!
Agora, cá pra nós, tem gente que faz tempestade em copo d'água por qualquer coisinha que não dê muito certo. Isso deve ser falta do que pensar... é só olhar pra todo o resto que deu certo. Eu hein...
Essa frase do Chaplin eu tenho no cabeçalho do meu blog, acho perfeita.
Bjinhos