sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Vermelhos que amamos #6

Na foto: Inveja Boa - 7 Vermelhos Capitais Risqué
"Desde os 10/11 anos, minhas unhas e mãos são meu xodó - sem dúvida, a parte do corpo que mais gosto. Sempre tive unhas longas, sempre cuidei mto, mas sempre fui contra o vermelho. Achava forte, chamativo, não combinava com meu jeito de menininha... sincera mesmo? Sempre achei coisa de 'piriguete', auahuahuhuha... até que, ano passado, as coisas mudaram. Como em alguns depoimentos que já vi por aqui, depois de um término de um relacionamento resolvi mudar - será que mudar é a palavra? Resolvi explorar todas as faces que eu pudesse ter e usar, até encontrar uma nova, diferente... numa dessas, a combinação Cristal + Renda cansou e manicure sugeriu: Intense, pq não usar um vermelho?
Nesse dia nasceu uma nova paixão e - pq não? - Uma nova Intense. O que mais gosto é da combinação Licor + Maçã do amor, mas depois que saíram os novos vermelhos da Risqué, resolvi experimentar. Para ilustrar, fotos das mãozinhas da Intense com o 'Inveja Boa' - que fez um baita sucesso, monte de gente perguntando que cor era. A-DO-REI. E, engrçado, ao invés da tal 'piriguete', eu me sinto é PO-DE-RO-SA com as unhas vermelhas.
Detalhe estranho? Não consigo me adaptar aos esmaltes da Colorama. Uso só Risqué. Mas, quem sabe? Depois de inovar no vermelho, aceito indicações e prometo testar."
.Intense. - Excesso Intenso
Você quer participar da sessão Vermelhos que amamos? É só ver as regras aqui e me mandar as fotos!
Beijos, beijos!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Na vibe!

Todo mundo que me conhece sabe que eu adoooro sair com os amigos, rir, beber, dançar, enfim, tudo o que é bom na vida. E quem não gosta, não é mesmo? A balada do fim de semana foi o show do Forró do Muído, na sexta [Chora, não, Coleguinha!]. Foi ótimo, perfeito mesmo, quer dizer, fora um milhão de pessoas se acotovelando pra comprar o ingresso na bilheteria [Jáder e Julimar tiveram que enfrentar por nós] e os quilos de gente feia e fedida que foram para ouvir Léo Magalhães foi tudo de bom mesmo. É claro que Parnaíba em peso estava lá, junto com o povo que trabalha comigo, na Ufpi.
Letícia e Gg
Lays, Lu, Lety, Gg e eu
Nossos denfesores: Julimar e Jáder
Eu
Carol, Gg, Julimar, Jáder e eu
Michelângelo
SamuelEle me ama, ele me ama... Kkkkk!
Julimar
Tá precisando de uma carteira, hein?!
No sábado fomos pra Chopperia, a mulherada e o "primo torto de nós todas", Santiago. Tava um calor infernal, não dava nem pra dançar sem ficar completamente suada, mas ainda aproveitamos bastante a noite, foi bem legal e o melhor, terminou em pizza, com a massa bem sequinha, deliciosa mesmo!
Mulheraaaada no comando
Gg e Carol: eu amooooo! Santiago
Eeeu Estamos na vibe!
Ultimamente tenho saído mais, eu adoro porque distrai do dia-a-dia estressante e esfria a cabeça. Essa sexta tem festa em comemoração ao Dia do Servidor Público, vai ser fechada a Chopperia para nós, bebida e comida naquele preço [o800], vai ser massa demais! Vou para Teresina no sábado, estou precisando muito ver meus pais e irmãos, saudades enormes, desde agosto que não vou lá, meu coração tá apertado. O pessoal da Ufpi já está planejando uma festa pro dia 07.11, a "Festa do Bééé", vão matar um carneiro pra fazer churrasco e já inventaram esse nome. Esse povo que trabalha comigo, viu?! Só cachaceiro! Querem é o motivo!
Beijos, beijos!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Confusa

Feminino singular de confuso.
Adj.
1. Mal distinto
2. Vago
3. Obscuro
4. Perplexo
5. Envergonhado
6. Revolto
7. Desordenado

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Feriado, amigos, mar, praia e sol

Feriado prolongando o fim de semana é sempre perfeito para reunir os amigos e juntar com praia, mar e sol e fazer aquela folia. Adooooro! Fomos para uma casa de praia, no Peito de Moça, levamos comida, bebida e todos os trecos necessários à nossa sobrevivência. É claro que Gabriel tinha que participar de toda a farra, na sua primeira vez na praia, todo serelepe, rindo de tudo, principalmente para a câmera, que ele tá todo modelo internacional, posudo quando tiramos foto dele, lindo demais!
No carro, no colo da Carol
Ele adorou a areia da praia, ficou brincando com ela, analisando, enquanto a Jaque ficava louca comigo por colocá-lo na areia, mas gente, criança tem mais é que criar anticorpos, né? Brincar na areia, se sujar, ter frieira e bicho de pé, que a mãe cuida e a saúde da criança vai se fortalecendo (acho que a Jaque não vai gostar das minhas teorias, kkkkk!).

"O que é isso?"
Babando, nós? Imaginaaaa!
Não aguento essa cara de compenetrado!
Protegido do sol
Tiago e Andréia
Gg e Santiago
Jaque e Marcelo (Biel mamandoooo!) Carol e eu Santiago e Aquiles
Quem apareceu para animar o meu feriado foi minha amiga Natália, que já havia prometido vir mesmo. Fomos à praia do Coqueiro, bebemos, fofocamos, rimos, nos divertimos muito. Tentamos sair pra balada, mas a noite parnaibana não ajudou, véspera de feriado e nada pra fazer a não ser barzinhos. Então, ficamos (eu, ela, Carol, Hélia e Gustavo) comendo, bebendo e rindo muito no Ponto de Encontro até altas horas. Mas valeu a pena porque boa companhia vale a pena em qualquer situação, e Natália é uma pessoa sempre tão alto astral que irradia alegria por onde passa. Se eu amo? Demais!
Natália, eu, Hélia e Gustavo
Amiiiiiga!
Praia do Coqueiro
Vida boa Naty and me - amooooooo!

Mês de outubro é o mês do feriados, pelo menos aqui no Piauí, junta feriado nacional (dia 12 - Padroeira do Brasil) com feriado estadual (dia 19 - dia do Piauí), mais dia do servidor público (28) e vira festa, feriado prolongado toda semana e eu adooooro, é claro! Já estou me preparando para o próximo, vai ter praia, será, será, será?
Beijos, beijos!

sábado, 10 de outubro de 2009

Vermelhos que amamos #5

Na foto: Cereja - Colorama
"Minhas unhas sempre foram curtinhas, nunca roí... é herança da mãe, mesmo, coisas de genética.
Desde que fiz 15 anos (dééécadas atrás) e fui "liberada" para fazer as unhas (no meu tempo tinha isso... só pode depois dos 15...) que sou adepta das cores claras. E sou de fases. Tive a fase do "Drama", do "Areia", do "Meia de Seda"... e nunca usava vermelho, porque achava que só combinava em unhas grandes, bem ao estilo Marylin Monroe. Como as minhas nunca conseguiam crescer o suficiente... o vermelho ia ficando de lado.
Até o dia em que fui fazer as unhas num salão diferente e comentei o motivo de não usar vermelho. Todo mundo discordou e resolvi experimentar. Juro que na primeira vez (acho que foi "Gabriela") fiquei achando que parecia que tinham cortado as pontas dos meus dedos e aquilo vermelho era sangue escorrendo! (risos!)
Mas terminei me acostumando e usando vermelho direto, mas sempre os mais fechados, tirados pro vinho ("Rebu", "Café", "Jabuticaba"). Usei tanto que minhas unhas já tinham uma coloração avermelhada que não saía nunca, mesmo se ficasse sem esmalte. Aí resolvi parar de pintar, usava somente base, para ver se ela "respirava".
Quando voltei a pintar, fui pro lado do "Renda" com "Cristal", e adorei a coleção "Rendas do Brasil", especialmente "Vidrilhos" e "Paetê". Só que o vermelho não sumiu do mapa, mas é usado em ocasiões especiais ou quando sei que vou vestida para matar.
Estou com três camadas de Cereja, da Colorama. Não tenho foto do vidrinho de esmalte porque a bateria da câmera me deixou na mão. :("
Você quer participar da sessão Vermelhos que amamos? É só ver as regras
aqui e me mandar as fotos!
Beijos, beijos!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Aniversário de Adriano


Como todo mundo já sabe, segunda foi aniversário de Adriano (28 anos, tá mais pertinho dos 30 do que dos 20, o meu amor), comemoramos comendo pizza (e bolo, né?, que não pode faltar), entre os amigos mais íntimos, na Pizzaria Bell'Itália. Muito simples, mas muito feliz. Conversamos, tomamos cervejinha gelada, comemos pizza e cantamos "Parabéns pra você" para o aniversariante, porque, é claro que não poderíamos permitir que ele não ficasse constrangido com os parabéns.
Gg, Carol, Jaque e eu
Adriano e "primo" Santiago
Agarrando o primo!
Carol e Adriano
Jaque e Adriano
Jáder e eu

Na hora de cantar os parabéns, eis que surge um telefonema importantíssimo, de minha amiga Natália, que além de querer aparecer na foto (gaiata!), também queria combinar a vinda dela para Parnaíba e nosso fim de semana na casa de praia, que vai ser lindo!
Apagadas as velinhas, o aniversariante ofereceu o primeiro pedaço do bolo para a pessoa mais especial, linda e importante da vida dele: eu, é claro. Fiquei muito surpresa com a escolha (oi? cof cof), obviamente.
Assoprando as velinhas

Dedo no bolo!
Muita surpresa com o primeiro pedaço...

O presente do aniversariante foi um sapatênis estiloso, lindo, que nós dois escolhemos, mas o melhor de tudo, o maior presente, é estarmos juntos, comemorando mais um ano de vida, mais uma data especial, participando de mais um momento único de nossas vidas.
Ah, hoje começa o Encontro de Pesquisa Científica da Fap, e é claro que eu vou/tenho que participar porque preciso daquelas horas de atividades complementares. Além de conferências vai ter minicursos e grupos de trabalho, até o sábado à tarde. Também está próxima a Jornada de Administração, no final do mês, que é claro que eu também tenho que participar. Quem não correu atrás antes, como eu, tem que se virar nos trinta no final do curso mesmo, porque ano que vem tá bem aí e eu não me formo sem essas benditas atividades complementares. Bleh! Pelo menos tem casa de praia neste fim de semana com feriado grandão, êba!
É isso, beijos, beijos!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Carta de aniversário

Adriano,
Eu sei que tenho os meus defeitos, que você tem os seus, que nosso relacionamento não é perfeito, que estamos tentando retomar muitas coisas que deixamos para trás, revendo conceitos tão arraigados em nós, pro bem do nosso amor. Eu sei que é difícil separar o joio do trigo, o que somos e o que incomoda o outro, o que podemos mudar e o que não abrimos mão. Mas o mais importante de tudo é a nossa vontade de continuar, a nossa perseverança, a nossa fé.
Eu poderia superar o fim do nosso relacionamento, ter outros sonhos, fazer novos planos, assim como você também superaria, mas sabe de uma coisa? Eu não quero. Eu não quero fazer outros planos porque os que tenho são os mais lindos. Eu não quero ter outros sonhos se os que tenho me aquecem o coração. Eu quero ter você em minha vida, como meu companheiro, porque eu sei que com você eu posso contar todos os dias e não apenas nos momentos bons. Porque você acorda do meu lado e me acha linda, mesmo com a cara de sono e o cabelo assanhado. Porque você me deseja apesar dos quilinhos a mais e me faz sentir a mulher mais linda do mundo. Porque você me ajuda nas tarefas domésticas sem reclamar, enquanto os namorados de amigas que eu conheço fazem cara feia para qualquer coisa. Porque você tem esse seu jeito tão educadamente gentil e cortês que chega a dar nos nervos, mas me orgulha mesmo assim.
Porque você é você e eu simplesmente não sei mais gostar de alguém sem ser você. E gostar é diferente de amar, sabe? Sutilmente diferente. A gente pode gostar sem amar ou amar sem gostar. Gostar é estar bem, querer bem, apreciar, se sentir confortável. Amar é involuntário, toma, invade, e pode se tornar rancoroso, quando possessivo, ciumento, doentio. Mas amar é bom, é pra ser intenso, é pra ser forte, é pra nos fazer felizes. Amar intensamente e gostar com delicadeza, ao mesmo tempo, unindo os sentimentos, melhor ainda.
Eu sei que os nossos sonhos juntos estão sendo construídos em bases sólidas, cada tijolinho contribuindo para nos tornar mais convictos e felizes. O amor nos torna fortes, o gostar nos torna unidos, o querer nos alimenta. E a vontade de fazer dar certo é nossa arma contra as dificuldades, é a nossa bandeira contra a inveja, é onde nos apoiamos quando temos vontade de desistir.
Eu amo você, muito. E quero fazer dar certo, quero continuar te amando e te desejando todos os dias de minha vida, quero ser sua companheira, amiga, a mãe dos seus filhos, seu amparo e seu alento, quero te dar meu colo nas tristezas e minha mão nas dificuldades, quero caminhar junto com você pela sua vida e chegar com você à nossa velhice com a paz dos corações venturosos.
FELIZ ANIVERSÁRIO, QUE DEUS TE ABENÇOE E TE ILUMINE. TE DÊ TUDO AQUILO QUE VOCÊ DESEJOU E ALGO MAIS QUE VOCÊ ESQUECEU.
TE AMO MUITO!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Vermelhos que amamos #4

Na foto: Vermelho Energia - Colorama
"Eu e os vermelhos, os vermelhos e eu...
Bem, casei cedo, por volta dos 17 anos. Com "ele" fiquei por uns 7 ou 8 anos e, durante todo esse tempo sempre usei unhas de mocinha comportada. Cores clarinhas, unhas nem curtas, nem compridas demais. Nunca, nunca mesmo, tinha tido vontade de usar uma cor mais forte. Achava que não era comigo, que não dava pra mim.
Foi então que, em 1999, o casamento foi pro beleléu e, com ele, a "mocinha comportada". Eu sempre digo que 1999 foi o pior e o melhor ano da minha vida. Cheio de altos e baixos, cheios de sentimentos super conflitantes.
Mesmo valorizando tudo (e muito) o que vivi durante esses sete anos de casada, eu senti uma vontade enorme de exorcizar algo em mim. Botar pra fora a velha Jady, para que a nova pudesse florescer. E o primeiro passo para "vir essa nova mulher de dentro de mim" foi cortar os cabelos e pintar as unhas de vermelho.
Eu não tenho certeza, mas acho que Dara + Rebu da Risqué. O mundo ao meus pés.
De lá pra cá os vermelhos viraram mania e eu sempre lanço mão deles quando estou precisando dar um up no astral e na auto-estima.
Infalível. No momento, estou absolutamente in love com o Vermelho Energia, da Colorama, porque ele lembra muito a combinação Dara + Rebu...
Poder total, no melhor estilo I'm queen of the world! Kkkkkk!"
Jady - Between Us
*Você quer participar da sessão Vermelhos que amamos? É só ver as regras aqui e me mandar as fotos!
Beijos, beijos!