segunda-feira, 16 de agosto de 2010

.o que eu também não entendo.

Eu não consigo me entender. Não mesmo. Acabei de dizer isso pra Jaque e percebo que é a mais pura verdade. Eu sei que não vai dar certo, que não é o que eu quero, que essa história ainda vai ser alvo de muita confusão. Mas continuo me deixando levar pelas situações, pelos sentimentos de outras pessoas, pela minha indecisão. Eu nunca soube lidar muito bem com pessoas que dizem gostar de mim sem que eu corresponda da mesma maneira. Sentimentos contraditórios se misturam dentro de mim, não se resolvem. Eu converso com meus amigos e eles não me entendem, como podem se nem eu me entendo?
Sou a principal prejudicada da história, perdi amigos, sou alvo de comentários maldosos, fofocas, olhares atravessados. Não sei o que fazer, não sei o que pensar de mim mesma. Sinto vergonha da minha inércia e ao mesmo tempo vejo que não há motivos reais para decidir logo. As pessoas já estão magoadas, o que está feito não vai mudar. Mas eu não sou uma pessoa ruim, disso eu tenho certeza. Um ato destrói tudo o que você construiu? Não sobra nada?
E aqui fico eu, ouvindo uma sucessão de picuinhas, que fulano disse isso, beltrano, aquilo. E sabe o que mais? A maioria das pessoas nem me importa de verdade, quero mais é que se explodam. Agora, de quem importa mesmo, não tenho respostas. Tentei encontrar coragem para uma conversa, não deu, percebi que para a pessoa os esclarecimentos não significariam o mesmo que para mim, acho mesmo que não tem mais como resolver. Se as coisas não andavam bem, desandaram de vez. Tô triste, tô confusa, tô indecisa.
Pelo menos tenho o carinho, o amor e a amizade das pessoas mais essenciais. Enquanto o tempo não passa e as coisas não se resolvem, vou tentando decifrar o que existe em mim, ao mesmo tempo em que fico com a sensação que algumas coisas não deveriam ser escritas, pois o que você diz pode e deverá ser usado contra você no tribunal.

8 comentários:

.Intense. disse...

Sei lá, por experiência própria, eu digo que deixar a porta aberta só dá mesmo espaço pras pessoas. Entrarem, falarem, darem palpite e não ajudar em nada. No fundo, é como vc disse: ninguém se importa muito, de verdade, só quer mesmo é falar dos outros.

Mas oque eu sinto realmente te incomodar é a questão da amizade, talvez por ter se desfeito de maneira tão abrupta e - vamos combinar - com um pouquinho de maldade.

Se não te incomodar, nada pode te apressar. Se te incomoda, daí muda de figura...ir se deixando levar, pode complicar, fazer seu barco entrar em águas agitadas sem necessidade. Já diz minha mãe: Barco sem marujo a onda leva...

Pense no que vc precisa fazer para resolver pra VOCÊ, de forma que fique bom pra vc. Falo disso tranquila pq sei que o que pode incomodar, machucar outra pessoa, jamais seria uma opção sua. Cuida do (L), flor.

=*

Lya Gomes disse...

Meu Deus! tô bege..rsrs
nunca pensei te ver assim tão inseguraa!
relaxaa meninaaa, tudo o que tem que ser, vai ser, mesmo contra a sua vontade, não adianta passar por cima do tempo.
Indecisão, insegura é normal, mesmo em você, que tenta ser tão fortee!
choras às vezes faz beeem, uma brejaa relaxaa e dormir é ótimoo!
Vai ficar tudoo beem!
te amo!
bjus

Dani disse...

Dificil.
Já me sentí assim.
Passa viu?
Beijos e quanto tempo hein?

Faxina

Livia disse...

Tudo será resolvido ao seu tempo. Tenha certeza disso. Por enquanto, está doendo para ambas as partes, de maneiras diferentes, claro! Sei bem como é a indecisão nesse quesito. Não dá pra para agradar a todos e ficar com uma pessoa 'só porque' te ama. E a gente, como fica? Beijos, te amo!

Lulu disse...

Ju, acho q a gente tem q deixar pessoas q valham a pena se aproximar da gente. Palpite tô fora. Esse negócio de gente falar mal, fico com pé atrás mais ainda pq se falam mal dos outros, que dirá de mim.
Big Beijos

Dayne S. disse...

A Lu só fala dessa tattoo!
E essa tua cara de nervosa me mata de rir!
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

Beijos ;***

Talita disse...

Não suporto fofoquinha!
Isso tá acontecendo agora?
Aconteceu comigo (até a breve perda de amigos) quando namorei o ex-namorado de uma amiga. O que teve de gente pra dar pitaco, aff! Mas esse relacionamento foi a melhor coisa que aconteceu, durou 7 anos, hoje ele é um grande amigo e valeu enfrentar o mundo por causa dele.
Seja lá o que for, ignore os outros, eles são os outros e só.

Beijosss

Natália disse...

Ju, não sei o que tá acontecendo, nem se a história já se resolveu, mas é como o pessoal comentou aqui encima mesmo: eu sei que é difícil não pensar na opinião alheia, mas diz uma música de Mombojó

'...tire qualquer conclusão sobre o que quiser de mim...'


Quem mais interessa já sabe, né?
NÓS MESMOS!


Beijinho