terça-feira, 16 de novembro de 2010

.o que há em meu coração.



"Ninguém é um ser acabado que num momento dado não sinta falta de alguém que venha completá-lo."
(Podes crer na dúvida - Validuaté)
Não sei o que acontece com os relacionamentos atuais que acabam sempre caindo no desrespeito. Não vou generalizar, mas os exemplos que chegam a mim são os piores possíveis. Tem um ano que estou solteira e nesse tempo, a grande maioria dos caras que deram em cima de mim eram comprometidos. Namorando, noivos, casados esperando o primeiro bebê e por aí vai. Isso me brocha totalmente. Não que eu nunca tenha ficado com alguém comprometido, acontece nas melhores famílias, é fato, mas já tenho em mente que não vai passar daquilo.
As pessoas sempre querem saber porque eu estou sozinha, sei lá o motivo de acharem que ter alguém é garantia de felicidade ou que o fato de estar solteira significa que ninguém quer namorar comigo e que eu estou muito infeliz com isso. Nem é, apenas as pessoas que quiseram, ou eram amigos ou erros de percurso por conta de álcool demais. É tudo tão cansativo e no final das contas ninguém tem nada a ver com o que eu faço da minha vida sentimental.
Eu me sinto velha, sabe, inadequada aos tempos modernos? Não sei dar em cima de ninguém e nem quero aprender. Detesto 'pegar gente' em balada porque os caras só estão olhando o tamanho da minha bunda. Quando eu conheço alguém legal, interessante, pode ter certeza que o cara já tem namorada e quando ele dá em cima de mim, perco o encanto. E não é querendo me gabar, mas sempre tem alguém interessado, só que dificilmente é alguém que eu leve a sério. Prefiro não estar com ninguém.
Não é que eu queira que a pessoa se apaixone por mim de cara, mas eu não vou beijar na boca de alguém que eu não tenha o mínimo de interesse, só pra dizer que eu 'tô pegando'. Eu me respeito, não me achei no lixo. E nem é uma crítica às pessoas que pegam geral, é só algo que não funciona para mim, em particular. Não que eu também nunca tenha ficado com alguém em balada ou que não aconteça de jeito nenhum, tudo depende do feeling, tem pessoas que você quer ficar de cara. Não precisam ser bonitas, basta serem interessantes e ter coisas legais pra te passar. Admiração, pra mim, é o principal afrodisíaco.
Quando eu era adolescente tinha a fantasia de me apaixonar por alguém com interesses semelhantes aos meus, como um poeta ou um escritor, não que eu seja um dos dois, claro, escrevo pra me sentir bem, simplesmente sem pretensões, mas sempre fui apaixonada pelas palavras e o universo que nelas contém. Me imaginava fascinada por ele, dividindo meus gostos por livros, filmes, músicas, artes. Me via enlevada numa relação que, além de tudo mais, me desafiasse intelectualmente. Obviamente, todo mundo tem direito a ter seus ideais românticos.
Sei que a realidade é diferente e que ninguém é perfeito, não precisam me dizer. Sei que vou me apaixonar de novo e que quando a gente se apaixona os detalhes ficam de fora, quem fala é o coração. Mas também conheço o meu coração, ele é exigente, se doa demais, mas não consegue fazer isso aleatoriamente ou sem cobrar nada de volta. Quando ele estiver pronto, inteiro e encontrar alguém que o conquiste, ele vai se abrir. E eu não vou apressá-lo, pois ele é independente de mim mesma e sempre encontra os seus próprios caminhos.

13 comentários:

.Intense. disse...

Amiga, não posso deixar de perguntar: e qual o tamanho da tua bunda? auahuahuahauh... xD


Tou brincando. Na verdade, levo super a sério o assunto...pq a bonita aqui tb passa por isso. Eu ando mto confusa pra dar palpite, pra dar conselho, opinião ou até comentar / discutir sobre as decisões da vida alheia, pq tu sabes, a minha tá de pernas pro ar e, eu sem saber (talvez ainda vai demora, talvez eu nunca vá saber) se tomei a decisão certa. Fica dificil falar dos outros! =/

Mas acho que, além de Príncipe William estar casando em breve - o que reduz consideravelmente tuas opções - tem mais duas coisas: primeiro, realmente tem aparecido um pessoal...ahn...'benzido' na sua vida. Segundo, quem convive com vc mais de perto - e olha que eu tou longe pra caramba - sabe que vc tem vivido muitas coisas desde que encerrou seu último relacionamento sério. Talvez seja uma época de ser assim mesmo, pra que vc - mesmo tão madura e sensata sempre - possa apurar seu faro mais ainda.

Bons tempos virão sempre. E eu ainda vou no teu casamento. E vou olhar o tamanho da tua bunda no vestido de noiva, hahaha...

;*

Michelle disse...

Moça, me ví literalmente nesse seu post. Tô solteira a um bom tempo.
Coloquei um ponto final em algo muito doloroso, e que hj vejo que foi a melhor decisão que tomei. Preciso cuidar de mim, do meu coração.

Já passei por diversas fases. Já sair p/ tomar todas, curtir muitas baladas,viajei,conheci muita gente mas não consegui(ainda) me apaixonar por ninguém.

Confesso que sinto falta de ter alguém ao meu lado. Mas é bem como vc falou, não vou ficar com ninguém p/ não ficar sozinha. Essa não seria eu. Vejo tanta gente se submetendo a inúmeras situações, só p/ dizer que tem um(a) namorado(a).

Tb cansei de ficar em baladas, hoje, vou muita mais p/ me divertir mesmo. Ahhh, e tem me aparecido cada coisa =[ (casado, noivo, namorando, bizarros, malucos etc;)hauahuhau...

Será um mal dos cancerianos?! rsrs...

Então Jú, acredito que as coisas acontecem no tempo certo. No momento certo você vai encontrar "o carinha" que vai ganhar seu coração. Tô aqui na torcida!

PS: Apesar de tudo que vivi e tenho vivido, ainda acredito no amor. É essa certeza que me faz prosseguir.


Bjus iluminados!

Dani disse...

Oi Jully
Tudo bem?
Pois é tanta inconstância deu nisso.
me cansei de faxinas e tal.
Se puderes tira ele do teu link e coloca meu novo blog ok?
beijo e te espero por lá.

Luciana Lís disse...

a bunda dela é grande sim. :)
o texto tá mto bom, como já havia dito antes. e concordo imensamente, como já havíamos divagado antes.
abaixo a superficialidade amorosa!

beijo
te amo!

|_Italo_| disse...

Oi Jullyane, gostei muito do seu post. abraço

Jullyane disse...

Tipo, bem a cara da Intense prestar atenção nos detalhes sórdidos (como o tamanho da minha bunda, hahahaha!). Amiga, era só uma analogia, mas segundo a Lu, minha bunda é grande mesmo!

Vcs me matam! Mas eu amo mesmo assim!

Jady disse...

Nietzsche disse algo que adoro: "Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas. Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia…".

Mas com eu disse isso outro dia no blog: isso é pq eu me basto ;-)

Antes só que mal acompanhado. É isso aí garota.

Beijos

Si disse...

Oi lindona! Tenho lido seu blog agora mais do que nunca, esperei o momento pra dizer que passei pelo que passou e minha ficha tá caindo agora. Ler tudo q escreveru tirou de mim, o q eu queria dizer. O que eu queria ouvir de mim mesma, porém não conseguia falar uma palavra sequer.
Amada, tenho orado por você. Obrigada por tudo, mesmo sem saber e feliz de vc que até nas suas dores consegue ser útil e maravilhosa para alguém. Com certeza isso é coisa de poucos.

Rossana Fernandes disse...

Adorei o post.
Teria muito a dizer sobre isso.
A questão é que conheço meu coração e sei que ele não gosta de estar sozinho.
O que é preciso pra mudar isso?
Nada.
Apenas aceitar quem sou e ter calma pra esperar o melhor acontecer.
Bjus

Debora Giangiarulo disse...

Querida! Tambem tenho essa sensação de que as pessoas interessantes já estão comprometidas...enfim...continuo cuidando do meu jardim, uma hora a borboleta chega...bjss

Anônimo disse...

Um dia vc encontrará alguém q te faça perder o folego...

Livia Sousa disse...

Concordo com o que o anônimo disse.. um d ia vc entrará alguém que te faça perder o folego. E ele aparece assim, do nada, quando menos se espera.

O amor dá trabalho. Muitas vezes queremos sair disso tudo, até se acha que não é amor de verdade, mas no final das contas, é só mais uma tempestade.

Se o Carpinejar for aí, em THE ou PHB, não perde a oportunidade de assistir a palestra dele. É ótima. Me fez rever alguns conceitos sobre ciúmes. Mas hoje não é o dia de falar sobre isso.

O melhor é ficar na sua e deixar acontecer.

Beijos, te amo, fica com Deus.

RaS disse...

Bem...a bunda deu o que falar né... "mas tudo depende de feelin'" Eu gosto dela pelo que ela é e só...

Ps.: Eu avisei!