sexta-feira, 11 de março de 2011

.irmão preto.


Vai, amigo, se você precisa mesmo ir, eu ficarei aqui torcendo por você, pelo seu sucesso e pela sua felicidade. Jamais esquecerei a amizade que tantas vezes foi meu porto seguro. Amo você, nada paga isso, quero ficar velhinha e ser sua amiga, sempre. Contando casos, falando besteira, tomando umas cervejas. A gente não presta, mas a gente se ama e se entende só com um olhar.

5 comentários:

Anônimo disse...

nossa, vc está linda. como sempre.

RaS disse...

Te amoo muitoo, saudade demais que se foda o Hare krishna

Anônimo disse...

pra onde que ele vai?

Natália disse...

É esse que vai ser padre, gente?

Jullyane disse...

Natália,

Não, esse é justamente o contrário do outro, rs! Esse aí é mau-caráter mesmo, o irmão dele que foi pra Itália.