quarta-feira, 20 de julho de 2011

.seja o que for.


Você me diz que cansou de resistir e se rendeu ao encantamento, eu entendo o que você fala, mas te aviso: não me entrego assim tão fácil, puxo o freio até não poder mais. Não adianta, você sabe que me ganhou no que realmente importa e que aquele carinho que sentimos um pelo outro é especial.

Pra que rotular se a gente dorme agarradinho a noite toda e quando estamos longe, se fecharmos os olhos, praticamente podemos sentir o cheiro da pele do outro? Não é ridiculamente óbvio como a gente não consegue parar de pensar, de sorrir, de mandar sms no meio do dia sem motivos essenciais?

Você ri das minhas excentricidades, mas se lança comigo por onde nunca estivemos. Uma brisa fresca no meio de um período conturbado. Não queremos nenhum pensamento negativo, nada que nos remonte às responsabilidades, só temos um sorriso no rosto sem explicações e onde quer que esteja a vida real, não queremos participar dela.

Se a minha cabeça se encaixa no seu ombro é porque ela encontrou um bom lugar. Uma sensação doce que  me acompanha até nas pequenas lembranças, foi o que me fez notar que tinha algo diferente no meu jeito de te olhar. Não quero saber do futuro, destino ou o que quer que o valha. Sorte ou azar - só o tempo dirá.

(Só para esclarecer aos desavisados: o marcador 'crônicas' quer dizer que os textos são fictícios e não correspondem à minha vida pessoal)

7 comentários:

Júuh . disse...

"E quando um certo alguém cruzou o teu caminho e te mudou a direção..."

Bom né Ju?
Saudades daqui, desculpa o sumiço tá?

Beeijo flor

carol disse...

humm tá escrevendo um blog de crônicas né amiga...

Anônimo disse...

'É melhor não resistir... e se entregar' ♪

eryka disse...

E quem disse que não se entregou? Huhauhaua... AMO!

.Intense. disse...

ENTÃO. Tem gente do outro lado do monitor meio apaixonada...

(não àtoa eu estou abandonada, jogada às traças... =/ )



:*

Bel disse...

Eu tô me sentindo marido traído, não sei de nada! HUMPF.

Livia disse...

Han?