quinta-feira, 6 de outubro de 2011

.equívocos.


♪ Palavras apenas
   Palavras pequenas
   Palavras, momento

   Palavras, palavras
   Palavras, palavras  
   Palavras ao vento ♪

(Cássia Eller - Palavras ao vento)

São tão efêmeras, as palavras. Em sua maioria frutos de arroubos de sentimentalismos, em que juramos verdade para uma vida inteira de algo que nos arrependeremos amanhã. Aqueles momentos lindos de olhos nos olhos e palavras sussurradas se tornam pó diante do que já não é mais. As palavras passam, a vontade passa, a desilusão permanece.

Tenho feito escolhas erradas, há tempos. Tenho me questionado duramente sobre tudo. Tenho me colocado no papel de meu algoz particular: sou eu quem permite que coisas assim me aconteçam. Nada dramático demais, apenas a percepção singular de que a responsabilidade, no final das contas, é minha. Eu que decido. Eu que concordo. Eu, psicóloga de mim mesma, dei o veredicto. Mas me sinto amarga e nunca achei que poderia me sentir assim. Justo eu, que sempre fui Poliana demais, me pego questionando sobre o que é verdade e o que é ilusão, me vejo descrente, desiludida e pessimista. Não que eu me orgulhe disso, apenas não consigo evitar.

Não é drama, eu bem que gostaria que fosse. Talvez assim passasse esse gosto amargo de rejeição. É difícil acreditar de novo quando se é sucessivamente impelida no sentido contrário, quando se vê provas e mais provas do quanto somos suscetíveis ao que o outro pode nos fazer, quando se está disponível e o outro finge que não vê. É difícil escolher quem não escolhe você. É difícil fingir que não se importa pra não dar o braço a torcer. É difícil perceber que não se vale o esforço de uma chateação. Ou de uma conversa. É muito difícil  se afastar, se preservar, se priorizar.

Sempre fui assim, me confundo até me decidir. Depois, me reinvento. Busco forças, me equilibro. Me interpreto. Escolho a mim e ao que eu quero. Defino minhas prioridades. Quero me livrar de tudo o que me faz mal: do sedentarismo aos relacionamentos tóxicos. Quero mudar minha vida, pra melhor. Quero focar em mim. Quero estudar mais, ler mais, escrever mais, cumprir meus prazos, estar perto de quem me faz bem. Sei que os problemas existem, não há como evitá-los, mas quero minimizá-los. Agora estou lidando com controle de danos.

♪ Só quero saber do que pode dar certo, não tenho tempo a perder

(Go back - Paralamas do Sucesso)

5 comentários:

Lulu on the sky disse...

Tá na hora de renascer para uma nova vida, vc vai ver como tudo vai melhorar.
Big Beijos

Bel disse...

Oh, God, hoje é o dia de falar (ou ler) das escolhas e dos arrependimentos? Lindona, reconhecer que as escolhas são nossas já é um passo. Agora resta escolher se libertar dessas escolhas erradas. Não será uma boa opção???
Gosto mais de te ver up, mas sei que a vida da gente é, como eu sempre vejo, uma imensa montanha russa. O carrinho desce... depois sobe!... pra depois descer de novo, e assim vamos indo. Up.. Down... trabalhamos com tudo.

Beijo enorme!!!

.Intense. disse...

Fases semelhantes, né, Ju? Ontem te mandei aquela mensagem e, depois fiquei pensando comigo mesma: talvez eu deva mesmo trocar de time e, agora, começar a jogar no meu. No fim das contas, o arrependimento bate um pouco por saber que andei jogando mais no time alheio do que no meu: cuidei mais, prezei mais, dei mais atenção, carinho e cuidado aos outros do que recebi, até de mim mesma. E não é culpa - só responsabilidade. Minha.

Eu tenho fé que, só de ter essa constatação a gente saiba seguir caminhos melhores, pra nós duas. Que a gente consiga acerta. Não em nada, nem em ninguém. Mas em nós duas mesmo.

...
(sim, foi um comentário meio triste.)

Te amo.
=*

Luciana Lís disse...

É Ju, q bom toda essa força e ganas de evolução pessoal, espiritual.
A tomada da consciência de todo esse desejo, creio, já é um primeiro passo.

E estarei sempre aqui pro que vc precisar.
Te amo!
Bjo

Carol disse...

Amiga o Post é triste mas eu já sei o que se passa ultimamente nesse coraçãozinho, mas agora é hora da mudança e já começamos não é? Tenho fé que em breve vc vai escrever aquele post que te pedi "Com Açucar e Com Afeto"... ehheeh bjão